5 ações que podem acelerar a queda de cabelos 

Tempo de leitura: 8 min

Escrito por gabriel araujo

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

100% livre de spam.

Compartilhe agora mesmo:

A queda dos cabelos é uma das maiores preocupações estéticas, e a condição é muito comum. Embora em alguns casos isso possa levar a calvice, nem sempre este é o caso, principalmente entre quem tem cabelos compridos.

Antes de iniciar qualquer tipo de preocupação, você precisa entender o que está acontecendo com seu corpo, uma vez que a queda de cabelos é parte natural do ciclo capilar, e perder alguns fios na hora da escovação não é necessariamente preocupante.

O ciclo natural de seus cabelos passa por algumas etapas, notadamente:

  • Crescimento;
  • Transição;
  • Repouso;
  • Queda.

Por isso, em muitos casos a preocupação acaba sendo infundada. Entretanto, nos casos onde a queda de cabelos é muito maior que o crescimento, talvez seja hora de consultar um médico. Existem muitas clínicas dermatológicas hoje especializadas em cabelos.

Para os especialistas, entretanto, a preocupação só deve começar quando há um aumento na queda dos fios junto a uma diminuição no volume dos cabelos, um afinamento dos fios e quando o cabelo começa a se mostrar fraco ou quebradiço.

Além disso, áreas inflamadas no couro cabeludo ou mesmo áreas sem cabelos podem ser um indicativo de problemas capilares mais graves, como alergias ou até mesmo calvície. Por isso, este é um momento de procurar ajuda médica antes de adquirir produtos de uma distribuidora de produtos cirúrgicos.

Outra questão muito importante, mas que em vários casos é deixada de lado, é a questão psicológica. Problemas como ansiedade, depressão e estresse podem ter como parte de seus efeitos a queda capilar, o que torna muito importante identificar a causa.

Independente de serem fatores externos ou internos causando esse tipo de complicação, o acompanhamento profissional pode ajudar a identificar melhor o que está acontecendo e ajudá-lo a lidar com a questão.

Nem sempre um tratamento medicamentoso é necessário para esse tipo de situação.

Em alguns casos, mudanças nos hábitos do dia a dia, como questões alimentares, qualidade de vida ou um novo emprego em uma empresa de acoplamento elástico flexível além de outros elementos podem ser importantes.

Restrições alimentares, alterações genéticas e hormonais e inflamações no couro cabeludo costumam ser grandes vilões para quem não quer perder os cabelos, e embora existam tratamentos mais agressivos para casos graves, alguns cuidados devem ser mantidos.

Em alguns casos, você pode até mesmo descobrir problemas de saúde por conta da queda capilar, o que torna essa descoberta muito importante. Ao mudar seus hábitos de vida, você consegue melhorar consideravelmente sua saúde como um todo.

Aceleradores da queda de cabelos

Agora que você entende um pouco mais sobre a queda de cabelos e suas causas, é importante ter em mente que existem diversos fatores que podem ser aceleradores desse processo, e que devem ser evitados sempre que possível.

Vale lembrar, entretanto, que cada pessoa é única, e que nem sempre duas pessoas diferentes sofrerão os mesmos resultados com esses aceleradores, ainda que estejam com uma questão similar referente a queda de cabelo.

Por isso, é muito importante que você identifique o que está acontecendo especificamente com seu corpo, fazendo exames e consultando profissionais que o ajudarão a identificar melhor esse tipo de questão.

Entender estas mudanças é crucial para que você saiba qual caminho de tratamento tomar, uma vez que esse tipo de ação determinará as chances de recuperação e sucesso do procedimento médico.

Existem ainda casos em que não há uma causa específica para as quedas de cabelo, e evitar estes aceleradores como um todo pode ser uma boa maneira de prevenir a velocidade da queda e permitir que seus cabelos mantenham-se saudáveis por mais tempo.

Nem sempre é possível reverter a situação, mas em muitos casos o controle e o tratamento garantem uma vida muito mais saudável para seu couro cabeludo como um todo durante seu trabalho em uma fábrica de tampa plástica.

1.    Ansiedade e estresse

O estresse físico ou emocional impacta diretamente uma série de questões de saúde, e a queda de cabelos é uma das principais situações. O cérebro libera substâncias que acabam acelerando o processo de queda quando é forçado a ficar em alerta por muito tempo.

Hoje, a maioria das pessoas sofre em algum grau com o estresse, resultado de uma vida corrida e complicada em grandes centros urbanos. Isso não significa, entretanto, que todos os casos de estresse geram a alopecia.

Uma pessoa acometida de ansiedade ou estresse pode ter muitas complicações relacionadas ao cabelo, e mesmo depois de livres da doença, é comum que a quantidade de fios diminua drasticamente.

Em alguns casos mais graves, o estresse pode desencadear uma doença conhecida como alopecia areata, na qual um processo inflamatório atinge a raiz dos cabelos. Nesse caso, existem quedas concentradas em regiões do couro cabeludo.

A doença é identificada, pois a queda se dá em regiões circulares, o que identifica que você está com esse tipo de complicação.

Em períodos de dificuldades gerais, como crises políticas e econômicas em um país, é ainda mais comum pessoas desencadearem problemas relacionados ao estresse. 

Assim busque deixar a sua vida mais saudável, como uma farmácia usando automação elétrica predial e assim simplificando sua operação e diminuindo o estresse.

2.    Procedimentos químicos

Os cuidados com os cabelos exigem muitas vezes procedimentos químicos, principalmente aqueles que buscam mudanças mais radicais no cabelo como tinturas e processos de alisamento.

A indústria cosmética investe muito na utilização desse tipo de produto, trabalhando com descoloração, pintura, descartaveis cirúrgicos e muitas outras questões que deixam a aparência de uma pessoa diferenciada e única.

O problema com os procedimentos químicos não está na sua utilização, mas sim no excesso. Quanto mais procedimentos você fizer, principalmente em um curto período de tempo, mais difícil será lidar com os cabelos.

A química não é natural de seu cabelo, e pode gerar uma série de complicações para a sua saúde capilar, incluindo a queda de cabelos.

Por isso, é importante que você tome cuidado quando estiver lidando com esse tipo de tratamento, fazendo sempre uma análise da qualidade da água para consumo humano.

Os fios naturais têm uma beleza muito rica, e podem ser cuidados com produtos mais saudáveis para o couro cabeludo. Por isso, é interessante que você saiba dar um tempo maior entre procedimentos químicos, aproveitando seu cabelo como ele é.

Dessa maneira, você consegue evitar uma série de problemas relacionados ao couro cabeludo, como alergias e inflamações, o que também gera impacto com relação à queda de cabelos.

3.    Medicamentos

Alguns medicamentos podem fragilizar os fios, gerando a queda de cabelos. Embora em alguns casos isso não possa ser evitado, em medicamentos mais simples como antibióticos e anticoncepcionais você pode conversar com seu médico.

Observe as reações adversas que o medicamento oferece para seu corpo, dessa forma explicando para o profissional da saúde tudo o que você sentiu ou passou. Ele identifica se existe alguma alternativa mais efetiva para você, evitando que você precise achar um  fornecedor de seringas.

Tenha em mente, entretanto, que no caso dos medicamentos, a prioridade é sua saúde, e se não houver outra opção, é mais fácil lidar com a queda de cabelos do que com uma complicação maior em seu estado clínico.

4.    Má alimentação

A alimentação tem um papel fundamental na vida de qualquer pessoa. Ela ajuda o corpo a encontrar os nutrientes e vitaminas necessários para mantê-lo em saúde e atividade, e o mesmo acontece com o couro cabeludo.

Para manter os cabelos saudáveis e diminuir a queda, é preciso que você absorva uma série de nutrientes específicos para isso, consumindo sempre de uma empresa de alimentos saudáveis. Por isso, uma alimentação desregrada e com excessos de gordura e outras substâncias prejudiciais acaba se tornando um problema.

A queda de cabelos é muito mais comum em pessoas que não se atentam a elementos básicos do dia a dia, como a maneira como você se alimenta.

5.    Metabolismo

O metabolismo é um dos inimigos da saúde capilar. Normalmente, a queda de cabelos acontece quando você possui um metabolismo muito lento, o que pode acontecer por uma série de elementos, como obesidade e hipertensão.

Normalmente, para tratar desse tipo de quadro, você precisa de procedimentos com medicação e acompanhamento médico profissional, tornando muito mais lento e complexo o tratamento capilar.

Por isso, evitar esse tipo de quadro sempre que possível é uma boa ideia para evitar problemas com o couro cabeludo a longo prazo.

Considerações finais

Cuidar de seus cabelos é um processo diário, e em muitos casos o tratamento deve ser acompanhado de um profissional para evitar problemas de queda capilar frequentes, principalmente quando há o risco de calvície.

Por isso, entender o que você pode fazer para retardar esse processo e em alguns casos até mesmo pará-lo é fundamental, garantindo que você terá mais saúde nos cabelos e poderá cuidar de seu corpo com muito mais qualidade.

Esse tipo de procedimento é ideal para quem tem medo de perder os cabelos, deixando-os firmes e saudáveis por muito mais tempo.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Compartilhe agora mesmo:

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta


*


*


Seja o primeiro a comentar!

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.