Moto: 10 Dicas para Pilotar Durante a Chuva

Tempo de leitura: 7 min

Escrito por mpcoutinho

A chuva é uma manifestação natural muito comum, e de extrema importância para uma série de elementos. Entretanto, ela também gera algumas complicações, sobretudo em questão de trânsito.

Os pilotos de moto são aqueles que mais sofrem com relação a chuva, uma vez que o piso molhado muitas vezes fica escorregadio, tornando mais difícil manobrar a moto. 

Além disso, pelo veículo ser aberto, a chuva acaba se tornando um problema, exigindo uma ação de conserto de fricção.

O motorista de moto deve ter o dobro de atenção, uma vez que durante uma chuva, a visibilidade fica mais restrita e torna estas pessoas alvos fáceis para acidentes. É importante que você pense em alguns elementos importantes para dirigir com qualidade.

O ideal, nestes casos, é evitar sair com a moto em dias chuvosos. Se você tiver essa possibilidade, é o processo mais seguro para evitar acidentes. Entretanto, mesmo que você tenha essa possibilidade, nada o impede de ser pego em uma tempestade.

Isso porque este tipo de situação não é planejado, e pode acontecer sem nenhum tipo de aviso prévio. Em outros casos, algumas pessoas dependem do veículo com seguros de autos para seu sustento e não podem parar mesmo em caso de chuvas fortes.

Por conta disso, é preciso saber como pilotar com esse tipo de clima, e a melhor maneira de se proteger e fazer um trajeto seguro.

Dicas para pilotar com segurança

Para dirigir sua moto com segurança em dias de chuva, é importante que saiba aplicar alguns elementos importantes para a proteção do piloto e do acompanhante, se for o caso.

É importante que você se atente a estes elementos para garantir uma estrutura de direção qualificada com comando e sinalização, otimizando a forma de pilotar mesmo em um clima pouco favorável para motos, como é o caso de fortes chuvas.

  1. Controle de velocidade

O primeiro ponto para ter atenção em dias de chuva é com a velocidade. O ideal é que, durante o período chuvoso, você pode proteger-se e evitar as chances de risco de acidente.

Isso acontece porque, quando a chuva se inicia, as gotas iniciais se misturam à sujeira do asfalto, deixando-o muito liso. Dessa maneira, as chances de derrapagem acabam aumentando consideravelmente.

Por isso, em qualquer sinal de chuva é importante começar a reduzir a velocidade, garantindo que você conseguirá ter um controle muito maior do veículo e evitará problemas que podem se tornar muito graves.

  1. Cuidados com pneus

Os pneus são muito importantes para o bom andamento de qualquer veículo, sobretudo no caso das motos. Mantê-los em bom estado é fundamental para garantir segurança e estabilidade durante a direção.

Nos próprios pneus, existem indicadores que atestam sua qualidade, conhecidos como TWI (Tread Wear indicator ou Indicador de Desgaste do Pneu). Este indicador afere a profundidade dos sulcos ao longo do pneu.

Os sulcos ajudam a escoar a água e diminuem as chances de derrapamento.Diante disso, é importante que você verifique sempre esta métrica para garantir que os pneus estarão em um estágio mais garantido.

Quando estas peças estão desgastadas, elas não conseguem fazer o escoamento, o que acaba fazendo o veículo hidroplanar e ficar cada vez menos estável, aumentando as chances de capotagem e se tornando um risco para o piloto e para o trânsito como um todo.

Além disso, é importante que você mantenha a calibragem sempre em dia, uma vez que um pneu esvaziado pode se tornar um grave problema quando o motociclista estiver em trânsito. É preciso ter cuidado também com calibragens acima do padrão.

O ideal nestes casos é manter a calibragem sempre conforme as indicações do fabricante do veículo, garantindo assim uma estrutura adequada para conseguir trabalhar ou pilotar a passeio.

  1. Direção defensiva

A direção defensiva é um dos pontos mais importantes para garantir a segurança no trânsito como um todo, principalmente com relação a ambientes com chuva. O curso direção defensiva foi criado para salvar vidas.

Por isso, quando você começa a utilizar a pilotagem de maneira defensiva, é mais fácil prestar atenção a alguns elementos e antever situações de perigo. 

Esse tipo de ação evita as frenagens mais bruscas, que são uma das principais causas de acidentes com piso molhado.

A frenagem deve ser realizada sempre com cautela e sem pressionar de forma muito rápida tanto o manete quanto o pedal de freio, o que possibilita uma freada mais tranquila e que ajuda a lidar com esse tipo de ação.

  1. Atenção com as curvas

As curvas representam um dos maiores perigos para os motociclistas durante uma chuva. Isso porque é difícil identificar o que haverá além da chuva, e obstáculos no meio do caminho podem reduzir a aderência das rodas em uma analise de risco.

Por isso, é importante tentar inclinar-se o mínimo possível, deslocando o corpo sempre para o lado de dentro da curva e conseguir contornar com qualidade a curva, garantindo mais segurança na movimentação.

  1. Equipamentos atualizados

Os equipamentos podem salvar a vida do piloto quando são realizados de forma efetiva e com produtos de boa qualidade. 

Por isso, não economize nestes itens. Quando você começar a pilotar na chuva, é importante que consiga usar um capacete com viseira limpa, sem nenhum tipo de risco, além de equipamentos como:

  • Luvas;
  • Jaqueta;
  • Botas;
  • Joelheiras e cotoveleiras.

Estes capacetes ajudam a melhorar a visibilidade, mesmo em um período de chuva. Além disso, você pode usar um conjunto impermeável, que pode ter uma cor que chame a atenção e que contenha material refletivo para ajudar a visibilidade dos outros motoristas em uma sondagem mista.

  1. Mostre-se

Tão importante quanto conseguir ter uma boa visibilidade durante a chuva, é o fato de você ser identificado por outras pessoas. O uso do farol é obrigatório por lei, e ajuda outros motoristas a enxergá-lo com mais qualidade.

Além disso, é importante verificar as luzes de freio e de direção para identificar seu funcionamento correto. Estas luzes ajudam os veículos de uma empresa de correia transportadora industrial atrás de você a identificar seus próximos movimentos.

  1. Distância segura

Quando estiver pilotando em chuva, é importante manter uma distância maior de outros veículos, uma vez que um deles pode mudar de faixa ou uma frenagem brusca e ocasionar um grave acidente.

Em uma situação de piso molhado, suas reações ficam comprometidas e ter que fazer um movimento rápido pode ser um grave perigo. Ademais, evite ao máximo ficar perto de outros veículos.

  1. Saiba quando parar

Mesmo que você trabalhe com sua motocicleta, é importante pensar na sua segurança e saúde em primeiro lugar. Quando a chuva aperta, ela pode esconder riscos e perigos no meio do caminho, sobretudo se começar a alagar a rua.

Uma poça e um buraco podem parecer iguais até você passar por ela, e isso acaba sendo um problema com relação a visualização da rota que você está seguindo para ir a uma estação de tratamento de efluentes líquidos.

Por isso, é importante que você pare em algum lugar seguro e espere a chuva reduzir e a visibilidade do asfalto voltar ao normal.

  1. Rastros em estradas

A aquaplanagem é um risco pequeno para as motos em estradas, mas mesmo assim é importante que você saiba como lidar melhor com esse tipo de recurso para trabalhar com mais efetividade no trajeto.

Os rastros deixados por pneus de carros podem ajudá-lo a evitar poças de água, uma vez que a visibilidade fica melhor neste rastro. Além disso, o asfalto por onde os carros e caminhões passam costuma ter menos sujeira e óleo.

Dessa maneira, você consegue ter um espaço muito mais seguro para trafegar durante uma estrada, onde não há muito local para paradas e para você evitar problemas maiores no caminho.

  1. Alagamentos

Os alagamentos são uma das situações mais perigosas em caso de chuvas e tempestades. Por conta disso, é preciso parar no menor sinal desse tipo de atividade. Quando a água está acima do eixo da roda, o risco é ainda maior.

Isso porque existe a chance de a moto afogar e morrer, o que faz com que a água entre na saída do escapamento ou no filtro de ar, causando danos muito severos no veículo.

Considerações finais

Pilotar uma moto na chuva deve ser evitado sempre que possível, uma vez que existem diversos riscos para o condutor. 

Porém, em casos de necessidade, é possível realizar esse tipo de atividade com precaução e cuidados adequados.

Dessa forma, o piloto ficará preparado para aproveitar melhor sua motocicleta, garantindo uma ação mais efetiva de proteção e conquistando uma viagem muito mais segura para o piloto e para todos a seu redor.

Esse tipo de ação é muito importante para evitar acidentes e diminuir os riscos de vida no trânsito.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta


*


*


Seja o primeiro a comentar!

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.