5 dicas para ter um jardim de inverno dentro de casa

Tempo de leitura: 7 min

Escrito por gabriel araujo

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

100% livre de spam.

Compartilhe agora mesmo:

Montar um jardim de inverno em sua casa é uma maneira de criar um espaço natural e cum ambiente elegante e diferenciado. Além disso, esse tipo de jardim permite que você aproveite espaços pouco utilizados, como vãos de escada e outros cantos da casa.

Ter um ambiente com flores e plantas em sua residência, ou até mesmo em uma empresa de exportação, é muito importante para deixar o local mais próximo da natureza, aconchegante e agradável.

Embora seja muito comum utilizá-lo em um ambiente compartilhado, como salas de estar, é possível utilizar o jardim de inverno em qualquer cômodo, sendo uma excelente maneira de criar um ambiente natural para imóveis que não possuem quintal.

Ter um ambiente como esse em casa permite que você crie um espaço relaxante sem precisar ter trabalho. Embora algumas pessoas gostem de cuidar de jardins, e considerem a ação terapêutica, às vezes é preciso controlar o tempo para aproveitar melhor seu espaço.

O ritmo corrido que as pessoas possuem, normalmente, faz com que muitas optem por técnicas mais simples de lidar ao montar um jardim, o que acaba aumentando ainda mais a procura deste modelo em particular.

Entretanto, é preciso ter atenção a uma série de elementos para que você aproveite ao máximo seu jardim de inverno, otimizando o espaço e o tempo de maneira mais efetiva, sem se prejudicar em seu trabalho em uma empresa de pão congelado, por exemplo.

O jardim de inverno recebe esse nome por conta do formato como ele é estruturado. Ao manter todas as plantas e outros objetos decorativos dentro de casa, você consegue proteger estes elementos da ação do tempo.

Isso significa que não há problema em manter o jardim em ordem durante as quatro estações do ano, incluindo o inverno, que costuma ser um momento onde os espaços ficam sem plantas ou precisam de cuidados especiais.

Com esse formato, você sempre terá um ambiente propício para suas plantas, aumentando ainda mais a qualidade de seu ambiente e criando um espaço de conexão com a natureza que permite que você relaxe do dia a dia corrido de um grande centro urbano.

Dicas para montar um jardim de inverno

Para montar seu jardim de inverno, é preciso prestar atenção a alguns itens primordiais, que farão toda a diferença na decoração e na estrutura do ambiente. Dessa maneira, você consegue um espaço realmente impressionante.

Vale lembrar que cada ambiente é único, e nem sempre as mesmas combinações funcionarão para duas casas diferentes, ainda que você esteja usando os mesmos elementos decorativos e tipos de planta similares.

Pensando nisso, é importante que você aproveite seu próprio gosto pessoal e adapte o jardim de inverno à sua realidade, principalmente com relação a orçamento e tempo para cuidados, que são itens indispensáveis para suas ações com este espaço.

1.    Iluminação ideal

Um dos elementos mais importantes para um jardim é a iluminação. Isso se reflete tanto em jardins convencionais quanto nos de inverno, uma vez que a maioria das plantas depende da luz solar para sobreviver.

Por isso, quando estiver escolhendo o local para seu jardim de inverno, é muito importante que você se atente à iluminação que esse local recebe. Dessa maneira, você ajuda as plantas a se nutrir e continuarem saudáveis em um ambiente com coletor de pó, para evitar coisas ruins para elas.

A mesma coisa é verdade até quando você utiliza plantas artificiais para montar seu jardim de inverno, mas por motivos diferentes. Uma vez que as plantas artificiais não precisam de nenhum tipo de sustento, a iluminação se torna um destaque para a decoração.

Permitir o acesso da luz solar em um jardim artificial também ajuda a deixar o ambiente com uma aparência mais natural, ficando mais interessante e elegante para quem observa-o. Entretanto, é preciso tomar alguns cuidados em particular.

No caso do jardim de inverno natural, a iluminação pode ser direta, uma vez que o sol é um item necessário para estas plantas. Já no caso do artificial, o ideal é que a iluminação seja indireta.

Uma iluminação indireta ainda passa a sensação de um ambiente real, mas evita que o sol desgaste as plantas, uma vez que o material com o qual elas são feitas muitas vezes sofrem os efeitos da iluminação natural.

Neste caso, você acaba conseguindo aumentar consideravelmente a vida útil das plantas ao colocar uma iluminação diferenciada em seu jardim de inverno em conjunto com um purificador de água pequeno para decorar.

2.    Utilização de vidro

Tradicionalmente, a proposta de jardim de inverno supõe que o local escolhido para fazer a decoração será cercado de paredes de vidro, emoldurando-o. Embora esse estilo seja clássico e fique muito elegante, ele não é obrigatório.

É possível criar jardins muito diferentes e agradáveis sem o material, principalmente se você tem um espaço reduzido em sua residência. Esse tipo de escolha fica mais a cargo de quem está montando a decoração do que uma obrigação por si só.

Além disso, é preciso ter em mente que esse tipo de decoração pode ficar muito custosa, uma vez que paredes de vidro costumam ter um alto valor de mercado. Quando você pensar em um jardim de inverno, é importante que ele caiba dentro de seu orçamento.

Para pessoas que possuem imóveis maiores, entretanto, essa pode ser uma excelente maneira de destacar o jardim de inverno e chamar a atenção do espaço para os visitantes. Além disso, em casas esse processo pode ficar ainda melhor.

Isso porque você pode remover o telhado do espaço específico do jardim de inverno, permitindo que sua casa receba mais iluminação do sol e criando uma decoração única com a ajuda do vidro.

Porém, lembre-se, o ideal é que você vá até um distribuidor de produtos químicos e compre alguns itens para fazer a limpeza do vidro, principalmente para que a visibilidade não seja prejudicada.

3.    Escolha de plantas

Saber o tipo de planta que você utilizará para seu jardim de inverno é uma das etapas mais importantes desse formato. Isso funciona tanto para modelos naturais quanto artificiais, uma vez que existem determinados estilos que podem ser aplicados.

Dentre as principais plantas indicadas para jardins de inverno, é possível destacar:

  • Samambaias;
  • Dracena;
  • Lírio da paz;
  • Pata de Elefante.

Para conseguir uma sensação de naturalidade e de vida em seu jardim, mesmo que opte por plantas artificiais é importante que escolha espécies que costumam viver bem em ambientes internos quando são naturais.

Além disso, para conseguir uma qualidade maior na decoração, é interessante misturar espécies que possuam as mesmas características, criando assim mais diversidade no jardim de inverno de sua casa ou, até mesmo, numa empresa de inspeção de qualidade.

Caso opte pelo jardim natural, é muito importante ficar atento às necessidades das espécies escolhidas. Ainda que elas se portem bem em ambientes internos, e muitas vezes precisam de menos cuidados que modelos de jardins convencionais, existem cuidados necessários.

Por isso, saber lidar com esse tipo de planta é muito importante, bem como separar um tempo de seu dia para se dedicar aos cuidados de seu jardim e como mantê-lo sempre vibrante e alegre.

4.    Móveis rústicos

O jardim de inverno é um local para contemplação, e em alguns casos sobra pouco espaço para decorar com móveis. Entretanto, se este não for seu caso, optar pelo estilo rústico é o melhor caminho com relação a ambientes mais naturais.

Além disso, é importante que você tenha espaço para que os móveis fiquem adequados. Evite amontoar objetos, que acabarão deixando o local com uma aparência mais bagunçada e pouco prática.

Tanto a madeira quanto o ferro são elementos comuns em objetos decorativos de jardins de inverno com conector industrial, e podem fazer a diferença em sua estrutura como um todo.

5.    Arandelas

As arandelas são luminárias que se fixam na parede, e elas podem compor um visual único para seu jardim de inverno, caso você opte por deixá-lo em uma parede convencional ou não utilize apenas o vidro para cercar.

Com esse tipo de iluminação, é possível passar um tom de sofisticação e modernidade para o jardim, ideal para pessoas que gostam de decorações mais ousadas e inovadoras. Por isso, é importante saber como e onde aplicar esse tipo de luz.

O led é um grande aliado dos jardins de inverno, uma vez que a iluminação não esquenta e por isso pode manter o estilo do jardim mesmo que se utilizem plantas naturais. Inclusive, essa é a iluminação usada até mesmo em empresas de  cargas fracionadas.

Considerações finais

Criar um jardim de inverno pode ser um processo bastante complexo, mas o resultado final ficará muito satisfatório. Por isso, ter atenção a algumas dicas importantes é fundamental nesse tipo de atividade.

Quanto mais atenção você der para esse tipo de atividade, melhor estruturado ficará seu jardim, com plantas e elementos que representem seus gostos e seu estilo pessoal, aumentando ainda mais a qualidade de design de seu imóvel.

Independentemente de seu espaço, um jardim de inverno pode ficar muito bem qualificado em qualquer ambiente, dando mais vida e charme para ele.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Compartilhe agora mesmo:

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta


*


*


Seja o primeiro a comentar!

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.