Empreendedorismo: Entenda como identificar o melhor negócio

Tempo de leitura: 7 min

Escrito por gabriel araujo

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

100% livre de spam.

Compartilhe agora mesmo:

Ser um empreendedor é algo que exige um grande comprometimento, com o indivíduo assumindo para si um conjunto enorme de responsabilidades, caso o seu objetivo principal seja com que o seu negócio alcance uma posição de destaque no mercado.

O sonho de ter um negócio próprio é, inclusive, uma das grandes metas de um profissional que não se acostuma com a ideia de apenas receber ordens, sem praticar uma liderança empresarial, capaz de dar continuidade de forma autônoma a um negócio.

O que poucos param para analisar são as suas atribuições em relação ao seu empreendimento próprio, pois mesmo sendo uma atividade que exige um certo controle individual, nenhuma empresa consegue prosperar sem o auxílio de terceiros.

Uma rede que passa pelos fornecedores, parceiros de negócios e, em uma frequência ainda maior, com a colaboração dos seus funcionários. Empregados que ajudarão na concretização dos seus objetivos, por meio de atividades específicas.

As tecnologias de automatização facilitaram a execução de uma série de atividades, inclusive com o contato com os clientes, através de aparelhos como totens de autoatendimento.

Mas até esses dispositivos necessitam de um funcionário especializado em informática e programação, para configurar essas máquinas, integrá-las ao sistema de vendas da loja ou do restaurante, além de analisar a média de vendas conquistadas com esses totens.

Com base nessa situação, e em muitos casos similares que acontecem no dia a dia de um empreendedor, é possível identificar algumas características que devem estar presentes no âmago desse profissional, para que ele consiga comandar um negócio próprio.

Entre algumas das qualidades que um empreendedor precisa contar estão:

  • Espírito de liderança;
  • Boa comunicação;
  • Saber trabalhar em equipe;
  • Estar atento às novidades;
  • Identificar oportunidades para o seu negócio.

Um conjunto de habilidades que devem estar presentes em um bom líder, independentemente da sua área de atuação, como na confecção de bolos e tortas para festas e casamento, ou com a produção de um transmissor de temperatura, para a indústria fabril.

Essa variedade de negócios, além de tudo, é justamente o que torna o trabalho de atenção de um empreendedor tão necessário, sendo capaz de identificar qual área de pode ser a mais lucrativa para o seu projeto, e em como isso pode se adequar aos seus objetivos.

Descobrindo as oportunidades do mercado

Para abrir um negócio é importante estudar primeiro como está a situação do mercado, se ele se mostra favorável a abertura de mais um novo concorrente, ou se é mais aconselhável adiar os seus planos e esperar por uma oportunidade mais benéfica.

Isso pode parecer um pesadelo para alguém que sonha em ter um negócio para chamar de seu, seja pelo seu espírito empreendedor ou por querer trabalhar com algo de seu real interesse. Contudo, é importante analisar o mercado, antes de abrir as portas do negócio.

É preciso ter calma, para que o seu projeto comercial não seja condenado por algum tipo de ansiedade do administrador responsável, afinal, uma das características esperadas de um gestor é saber como analisar as melhores oportunidades para o seu estabelecimento.

Para isso é importante analisar o comportamento do seu público almejado, como andam as atividades comerciais realizadas pelos seus futuros concorrentes, além de realizar uma analise de risco, colocando no papel os desafios que você terá em seu projeto.

Com a definição de todos esses questionamentos, é chegado o momento de concretizar o sonho do negócio próprio, começando pela determinação do estilo comercial que será adotado ao seu projeto, de forma a auxiliar as suas atividades.

Os modelos de negócio existentes

É verdade que independentemente do seu tipo de negócio, algumas atribuições gerais devem ser adotadas, como o cuidado com a qualidade dos produtos e serviços oferecidos, a necessidade de uma boa tradução técnica, destacando a sua marca, entre outras.

Mas além desse caráter amplo, também é importante identificar as características únicas de cada modelo, pois somente ao conhecer as particularidades de cada um, com seus lucros e desvantagens, é que um empreendedor poderá escolher o modelo correto para o negócio.

Franquia

No formato de franquia, o dono de um estabelecimento trabalha com uma marca estabelecida no mercado, tendo os direitos concedidos pelo proprietário dessa empresa, recebendo assim uma parte dos lucros.

Contando com estrutura dessa marca renomada, o empreendedor pode gerenciar um negócio que costuma seguir algumas diretrizes, mas que em alguns casos pode trabalhar com diferentes configurações de trabalho, otimizando o serviço para sua região.

Distribuidora

Uma distribuidora, por outro lado, costuma trabalhar com um número maior de fornecedores, mesmo que atue com um tipo específico de produtos. Costumam atuar como um mercado intermediário entre a indústria e o público consumidor.

Empreendimentos gerais

Já para quem não se simpatizou com nenhum dos modelos e prefere atuar por meio de um investimento totalmente próprio, recomenda-se a instauração de um empreendimento particular, no qual os lucros, os gastos, e o projeto em si é total do empreendedor.

E não necessariamente precisa ser um produto físico, pois com o avanço dos dispositivos eletrônicos, o comércio de conteúdo digital se expande, como um serviço de assinatura, no qual o usuário paga mensalmente para ter acesso a um software de analise estrutural.

Com tantas possibilidades pode parecer difícil para um empreendedor identificar qual modelo melhor se adequa aos seus objetivos, mas como uma análise profunda do mercado e da realidade do seu setor de produtos e serviço, torna-se fácil tomar essa decisão.

Como escolher o melhor formato para o seu negócio

Quando se pensa em uma atividade mecânica, como um computador que registra o número de lucro e despesas de um estabelecimento comercial, o uso de uma programação de clp e ihm facilita na tomada das melhores decisões em relação a esse negócio.

De fato, as tecnologias permitem uma análise mais técnica da sua situação, por meio de programas que identificam as melhores oportunidades, tendo em base as informações do mercado.

No entanto, se um empreendedor quer se provar como um conhecedor da área, capaz de gerir um negócio próprio, é importante que ele saiba como identificar as melhores opções de investimento para o seu projeto. A começar pela:

Análise dos seus objetivos

Ao abrir um negócio um empreendedor deve primeiro compreender o que motivou a existência desse projeto. Para alguns é o desejo de se afastar do modelo de trabalho tradicional, para outros é a oportunidade de realizar um sonho profissional.

Dependendo dessa motivação e do tipo de produto ou serviço com o qual você pretende trabalhar, as decisões a serem tomadas para o progresso do comércio serão melhor definidas.

Como na necessidade de buscar uma locação de geradores, para uma fábrica de distribuição de energia, ou com o contato de fornecedores de alimentos para o seu restaurante. Uma relação a ser analisada de acordo com os seus objetivos.

Identificação dos seus pontos fortes

Essa etapa está mais relacionada às características individuais de alguém que busca abrir o seu próprio negócio. Enquanto alguns atributos gerais são esperados, como o citado dom da liderança, existem também outros traços de personalidade a serem analisados.

Se você se destaca pela sua criatividade é mais interessante ter uma marca própria do que atuar com um modelo já estabelecido de uma franquia, assim como o inverso. E isso se expande para o mercado em si, identificando forças que justifiquem a sua decisão.

Definição de metas comerciais

Os seus objetivos comerciais também entram nessa relação, pois em alguns casos o empresário está disposto a dividir os seus lucros para ter o apoio de uma grande companhia, ou então prefere custear e desfrutar dos benefícios de forma individual.

Independentemente do modelo escolhido, é preciso que o seu negócio conte com um bom sistema financeiro, definindo o capital necessário para manter o projeto comercial vivo, além dos riscos que devem ser evitados nos primeiro meses do seu negócio.

Legalização das suas atividades

Outro ponto que os diferentes formatos comerciais compartilham são as suas obrigações com os órgãos de regulamentação, sendo preciso registrar a sua empresa e o seu ramo de atuação, além de contar com o pagamento de revisão de impostos.

Um conjunto de obrigações que garantem a formalidade do seu negócio, assim como os direitos dos seus consumidores, fortalecendo a própria imagem desse estabelecimento comercial, como uma entidade séria, digna de se fazer negócios.

Tendo definido qual será o modelo de negócio que irá reger as suas atividades comerciais, é essencial que o empreendedor encontre maneiras de aperfeiçoar o seu método de negociação, para que os seus objetivos não só sejam alcançados, como superados.


Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Compartilhe agora mesmo:

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta


*


*


Seja o primeiro a comentar!

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.