Saiba como funciona o ar-condicionado e suas características

Tempo de leitura: 7 min

Escrito por gabriel araujo

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

100% livre de spam.

Compartilhe agora mesmo:

Muitos sabem a utilidade de um ar-condicionado, mas poucos sabem dizer qual o seu real significado e o seu modo de funcionamento. Em termos técnicos, trata-se de um sistema de condicionamento do ar que refrigera ambientes fechados. 

No ambiente em que é instalado, a qualidade do ar melhora significativamente, e além disso, a umidade também pode ser controlada pelo controle de temperatura do equipamento. 

No mercado, há vários modelos que se aplicam em determinados locais, porém, o ar condicionado fancolete é, de longe, um tipo de sistema de refrigeração que consegue ser bem útil para shopping centers, prédios comerciais, hospitais e escolas. Além disso, ele possui um alto desempenho e baixo ruído. 

Atualmente, os aparelhos de ar-condicionado já estão com tecnologias bem avançadas, comparada às primeiras máquinas que apareceram. 

No geral, um ar-condicionado completo  possui as seguintes funções:

  • Refrigeração;
  • Aquecimento;
  • Ventilação;
  • Umidificação;
  • Desumidificação;

Alguns mais completos tem até mesmo um filtro que retém bactérias, ácaros e vírus da gripe suína. Geralmente, estes merecem uma atenção maior, sendo necessários às vezes contratar um profissional especializado em manutenção ar condicionado

Contudo, saber como funciona um ar-condicionado pode ser um prato de informações que são capazes de entreter uma pessoa. 

Além disso, pode ser muito útil para quem busca trabalhar com a manutenção desses aparelhos, e aos que já tem, saber como funciona um ar-condicionado pode ajudar a cuidar do sistema de refrigeração. 

Dependendo dos gostos, alguns passam a optar por um ar-condicionado do que um climatizador evaporativo, que por sua vez, também tem o objetivo de refrigerar o ar, mas por meio da evaporação de água. 

É preciso saber também que, há detalhes que são únicos em determinadas máquinas, portanto, é interessante reconhecer o dispositivo que pode vir com formatos e tamanhos diferentes. Esses são os princípios básicos para entender a forma que funciona um ar-condicionado. 

Abordar o modo de funcionamento de um ar-condicionado é como falar sobre o processo de uma empresa que trabalha com dobra de chapas, afinal, há todo um trabalho que para alguns, pode ser uma maneira de se entreter. 

O nome “Sistema de refrigeração” é dado ao processo de refrigeração do ar dentro de uma máquina. 

Quando se trata do condicionador de ar, a temperatura do ambiente passa a ser menor devido ao controle de temperatura que é feito através de um sistema. 

Por isso, essa parte pode ser dividida em três etapas, são elas:

  • Compressão;
  • Condensação;
  • Evaporação.

Cada uma dessas etapas acontecem por meio de peças específicas dentro do ar-condicionado. Para facilitar, estas peças possuem nomes referentes às etapas, que são os compressores, condensadores e os evaporadores. 

Em outros casos, temos os modelos que precisam de filtros específicos, portanto, é comum que os donos desses condicionadores de ar pesquisem por “filtro soft everest”, na internet

Dependendo de como é construído o aparelho, essas peças podem estar localizadas em um único local, ou como também pode acontecer, podem estar espalhadas no corpo do ar-condicionado. 

Felizmente, a maioria do corpo desses sistemas de refrigeração estão com descrições, mostrando o comando e sinalização de cada peça presente no aparelho. 

Para compreender melhor, temos duas linhas que os sistemas de refrigeração seguem. Inicialmente, são as linhas comerciais, que são produtos que precisam necessariamente de um projeto e especificações. 

Por fim, temos a linha residencial, que são produtos da categoria janela, split ou VRF. Resumidamente, podemos considerar que condicionador de janela são aparelhos compactos, de corpo único que podem ser instalados na parede ou, respectivamente, na janela. 

Sobre os modelos de condicionador de ar janela, devemos pontuar que é comercializado dois tipos. Primeiro, temos o mecânico, que por sua vez é o mais barato e tem controles manuais para ajustar a temperatura e a velocidade de ventilação. 

O outro modelo de condicionador de ar janela é o eletrônico, que possui um controle remoto para ajustar a temperatura e a velocidade de ventilação. 

Felizmente, estes produtos atualmente possuem um baixo consumo de energia. Porém, diferente do modelo split, eles não são tão silenciosos. Entretanto, estão surgindo modelos mais tecnológicos que já estão com ruído bem menor. 

Geralmente, o modelo de janela tem o evaporador e o condensador dentro de um mesmo gabinete, e por sua vez, é um tipo de equipamento que possui restrições para instalar, no que refere-se aos edifícios ou residências. 

Já no caso do split, o sistema é dividido em duas ou mais unidades, formadas pela parte externa que é composta pela peça condensadora, e uma ou mais unidades internas que envolve a evaporadora, outra peça que compõe o corpo do ar-condicionado. 

O objetivo principal desse modelo é diminuir o nível de ruído do aparelho dentro do ambiente em que está instalado. Isso porque, a peça que mais tem um nível de ruído é o compressor, que fica na unidade externa (condensadora). 

Como acontece o resfriamento do ar?  

O compressor, inicialmente, é a peça fundamental para que o aparelho consiga funcionar da sua melhor forma possível. 

Isso porque essa peça é responsável por comprimir o fluido refrigerante em forma de gás até atingir a alta pressão, além de mantê-lo aquecido e levá-lo até o condensador.

Resumidamente, o compressor tem o objetivo de reduzir a temperatura do gás mantendo a pressão alta. 

Após ser pressurizado, o ponto de condensação do fluido diminui significativamente e passa a se encontrar no estado líquido, liberando calor. 

Nessa parte, ele é levado ao evaporador, onde a pressão é mais baixa e o ponto de evaporação é reduzido, transformando-o em estado gasoso novamente. 

Para isso acontecer, ele precisa puxar energia de algum lugar. É nesse momento que o evaporador entra, sugando o calor do ar no ambiente para o fluido refrigerante retornar a fase gasosa, o que leva o ambiente a ficar com uma temperatura menor. 

Para onde vai o calor do ambiente?

É comum que, após você entender como funciona o seu ar-condicionado, algumas dúvidas surgem sobre outras funcionalidades. As perguntas mais feitas envolvem o calor que é absorvido pelo dispositivo. 

Podemos usar os aparelhos mais convencionais, para exemplificar melhor a maneira que esse processo funciona. No caso, o calor sugado pela máquina é transportado para fora do espaço liberado para o ar livre. 

Quando o sistema de refrigeração está localizado em uma janela, o calor sai por um lado que está virado para o ambiente externo. 

Temos o modelo split também, que tem um processo um pouco diferente do que os que são instalados na janela. O processo se baseia no transporte, que é feito por uma tubulação de cobre por dentro das paredes. 

Esse modelo costuma ser cogitado, geralmente, por uma administradora predial sp, que procuram fazer a instalação desse condicionador de ar para promover o bem estar das pessoas que andam pelo prédio. 

No caso dos aparelhos portáteis, o tubo é acoplado junto ao sistema de refrigeração, conectando-o a uma janela. Nesse caso, o ar quente é levado da máquina até a saída por essa conexão. 

Diante disso, percebe-se que os modos de funcionamento podem ser uma pauta interessante para determinadas pessoas, do mesmo modo em que o tema possa ser sobre telhas termoacústicas, que por sua vez, é um dos onze tipos de telhas disponíveis do mercado. 

Resumidamente, é um revestimento para telhados, que pode ser utilizado como uma divisória e vedação de uma obra. 

Curiosidades sobre o ar-condicionado

No que se refere ao sistema de refrigeração, muitas curiosidades aparecem pelo simples fato de ser uma tecnologia capaz de refrigerar o ar em um espaço. 

Como vimos, há todo um processo de funcionamento que, por sua vez, é padrão para os aparelhos de ar-condicionados. 

Dentre as curiosidades que rondam o aparelho, não podemos deixar de pontuar, logicamente, a forma em que o mesmo funciona dentro dos ambientes. 

Afinal, trata-se de um dispositivo mecânico que coleta e armazena o calor do ar em um lugar, e o transporta para outro local. Nesse processo, a temperatura do local fica, automaticamente, menor. 

Apesar de ser uma máquina em que podemos dizer que está sendo responsável pela refrigeração do ambiente, na verdade, é apenas um dispositivo que está desenvolvendo um processo para desaquecer o ar e, consequentemente, resfriando-o. 

Por fim, temos uma outra curiosidade que também pode ser considerada como fato, que é sobre como o ar frio pode ser mais pesado que o quente.

Por isso, a recomendação é que o sistema de refrigeração seja instalado em uma parte alta do ambiente. Contudo, o papel principal de um ar-condicionado permanece o mesmo: resfriar o local.  

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Compartilhe agora mesmo:

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta


*


*


Seja o primeiro a comentar!

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.