5 dicas para economizar na pintura das paredes de casa

Tempo de leitura: 7 min

Escrito por Carlos Meira

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

100% livre de spam.

Compartilhe agora mesmo:

Se tem uma coisa que ajuda muito a criar um ambiente único e atraente para uma casa é a sua pintura. As cores que um cômodo possui podem trazer diversas sensações e emoções para diversas pessoas, principalmente quando são planejadas e pensadas.

Pensando nisso, o texto de hoje abordará e desenvolverá algumas dicas de como realizar uma pintura nas paredes de sua casa e economizar o máximo possível, utilizando de forma inteligente e eficaz os recursos disponíveis.

Não é à toa que existem profissionais especializados em design de interiores, afinal, o ambiente faz toda a diferença, seja na hora de trabalhar ou do lazer. Então, nestes momentos, utilizando uma tinta comum ou tinta parede externa, o resultado é interessante.

O importante é que, de qualquer maneira, as tintas e a pintura aplicadas nas paredes de um lugar realmente gerem um certo impacto nas pessoas, inclusive, existem estudos que utilizam de cores para melhorar a concentração ou trazer mais energia para o local.

Inclusive, departamentos de Recursos Humanos tentam sempre trazer, por exemplo, cores frias e neutras para fazer com que os colaboradores consigam desenvolver o seu trabalho de venda de retentor de gotas ou de outro item.

Claro que o trabalho ou situação muda e muito, mas as cores trazem um diferencial para o ambiente e isso é um fato. Porém, o assunto de hoje trata sobre dicas para economizar na pintura das paredes da sua casa.

Sendo assim, a pintura é igualmente importante e necessária, afinal, cada um deve se sentir confortável no ambiente que mora e, se é possível gastar menos com a situação, melhor ainda. E é sobre isso que o texto de hoje abordará.

Porém, assim como em serviços de conservação, nem sempre o mais caro é o melhor, por isso é importante saber o que é possível e o que não é interessante seguir quando for realizar a pintura de sua residência, desde o lado interior até o lado exterior.

Qual a melhor qualidade de tinta? Qual a área que deve ser pintada? Existe alguma prática ou estratégia para ter um melhor desempenho no momento? Quanto é necessário gastar para ter um trabalho bom e notável?

A resposta dessas e de muitas outras perguntas pode ser conferida nos tópicos a seguir, onde, assim como serviços de controle de insetos, será possível avaliar qual melhor modelo e maneira de economizar na pintura e qual mais faz o seu estilo.

5 dicas para economizar na pintura das paredes de casa
Close up photo of hand painting wall with roller in white color. Copy space.

Dicas de como economizar

Primeiramente, é importante entender alguns benefícios e vantagens que é possível adquirir ao pintar as paredes de sua casa. Alguns exemplos mais comuns são:

  • Cômodo mais bonito e atrativo;
  • Mudança da aura e da energia do ambiente;
  • Maior conforto;
  • Maior possibilidade de venda futura.

Esse último exemplo é apenas para demonstrar que, uma casa pintada é muito mais chamativa para possíveis clientes, portanto, caso deseje um dia vendê-la, saiba que a pintura faz uma grande diferença.

Sendo assim e sem mais delongas, as dicas para economizar na hora de pintar as paredes de sua casa são:

01 – Saiba o que comprar

Assim como é preciso de ferramentaria de precisão para realizar alguns processos e fabricações industriais, quando pensamos em pintar a nossa casa, é preciso saber o que comprar e o que pode ou não fazer a real diferença durante o período de pintura.

Sendo assim, a primeira dica para economizar é reunir todos os acessórios e saber a quantidade de tinta necessária para realizar a ação. Imagine o quão desagradável será se, no meio do processo, perceber que não comprou tudo?

Dependendo do horário, pode ser mais um dia de mão de obra do pintor, fazendo com que se gaste mais dinheiro. Sem mencionar que, dependendo da quantidade de tinta comprada, é possível conseguir um desconto, coisa que dificilmente acontece com latas separadas.

02 – Faça um planejamento do local

Da mesma forma que um controlador de nível de água precisa ser estudado e planejado antes de ser aplicado, o local que será pintado precisa ser preparado para evitar o máximo de interrupções e inconvenientes possíveis.

Quanto melhor você ou o pintor puder se locomover dentro do espaço, melhor. Busque tirar os móveis de perto das paredes e, caso possível, tire a grande maioria do lugar para evitar que respingue tinta neles, fazendo com que o móvel fique com uma aparência pouco atrativa. 

Caso não seja possível tirar do cômodo, cubra-os com algum plástico. Também é aconselhável forrar interruptores e tomadas com jornal ou fixar fita adesiva, pelo mesmo motivo de respingo de tinta. Tenha o mesmo cuidado que um conserto de fricção, e tudo dará certo.

03 – As paredes também precisam de cuidados

Diferentemente do que muitas pessoas pensam, não é só chegar e já começar a pintar como se não houvesse amanhã. É necessário um mínimo de cuidado e preparo da parede para que a tinta seja melhor aplicada e se tenha um melhor resultado.

Por isso, é aconselhável lixar todas as paredes o máximo possível para evitar que a tinta perca a sua durabilidade e que a pintura fique grossa, sem mencionar possíveis problemas de relevo na parede que podem ser corrigidos de forma simples e bastante fácil.

Caso queira, mascaras de tecido podem ser utilizadas para evitar a inalação de muito pó no processo. Utilize de preferência lixas mais abrasivas e, ao final, limpe tudo com um pano limpo.

04 – Pintar requer precisão

Finalmente, chegou a hora tão esperada de pintar a parede. Porém, tudo pode ir por água abaixo caso seja feito às pressas ou sem o cuidado necessário durante o processo de pintura. Uma boa dica é delimitar os limites onde será aplicado a pintura com fitas.

Dessa forma, busque deixar o rolo de pintura o mais próximo e rente possível de tais linhas, buscando sempre pintar em um único movimento, de preferência, o vertical. Dessa forma, a pintura fica mais uniforme, com menos falhas e mais fácil de visualizar e evitar erros.

Caso prefira, uma dica que pode ser muito bem utilizada é marcar a parede com linhas, como se fosse uma grade, com o próprio rolo de tinta. Isso por si só já cria um certo limite de onde pode ou não passar o rolo.

Sempre que retirar o rolo de pintura da caixa de tinta, busque tirar o excesso e pinte até deixar o acessório quase seco. Após aproximadamente três horas, verifique se o resultado obtido é o que se espera e se te agradou.

Caso contrário, passe outra demão de tinta, analisando novamente o resultado após três horas de trabalho realizado. Lembre-se apenas que, quanto mais fizer isso, menos tinta terá e, então, correrá o risco de ter de comprar outra lata, deixando o processo mais caro.

05 – Organize o ambiente

Depois de ter realizado a pintura e seguido cada um dos passos, espero que o cheiro de tinta saia do cômodo e volte a organizá-lo para que possa ser novamente utilizado. Mas evite colocar os móveis grudados na parede pelo tempo de, ao menos, 2 a 3 dias.

Isso porque ao encostar os móveis na parede, pode acontecer da tinta que ainda não está totalmente aplicada a ela, acabar saindo e deixando falhas no trabalho, sendo necessário repintar e ter todo aquele trabalho mais uma vez.

E, vale a pena lembrar que todo esse processo faz com que tenha de comprar mais tintas, gastando mais, sem mencionar que tempo é dinheiro, ou seja, talvez você tenha que fazer isso em um momento que poderia estar trabalhando.

Independentemente de como pintará a casa, o importante é que ela fique da maneira que você quer e busca, deixando o ambiente muito melhor e com o seu jeitinho.

Considerações finais

O texto de hoje abordou e desenvolveu algumas maneiras, dicas e orientações de como economizar na pintura das paredes de sua casa, explicando algumas práticas e métodos que podem ser utilizados no processo, além de algumas outras facilidades.

É importante lembrar que uma pintura bem executada tem o poder de mudar o ambiente no qual ela foi aplicada, trazendo uma energia diferente e que inspira alguns sentimentos e sensações. Ou seja, não subestime o poder de uma boa demão de tinta!

Com isso em mente, resta agora se sentar e planejar quais serão os cômodos pintados e quais dos métodos abordados serão utilizados para realizar esse plano. De qualquer forma, busque sempre deixar o local com a sua marca e explorando ao máximo a sua essência.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Compartilhe agora mesmo:

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta


*


*


2 Comentários

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.